SOLISTA

A CRÍTICA ESCREVEU :

Espetáculo concorrido

Marionetes ganham vida no FIA

· Obra Solista, do grupo espanhol Rocamora, foi apresentada domingo na Plaza de la Cultura em San José

· O talento do marionetista Carles Cañellas faz parecer que os bonecos se manejaram sozinhos, como se ele desaparecera do estrado por momentos

A arte de dar vida ao inanimado é uma vocação que tem o marionetista Europeu Carles Cañellas. Com um conjunto de fios e as mãos virtuosas este Catalão encenou um espetáculo de rua com marionetes, capaz de manter sem piscar por mais de uma hora a grandes e pequenos.
Isso comprovaram aqueles que estiveram hoje ao meio-dia na Plaza de la Cultura, onde foi apresentada a obra de marionetes a fio Solista, da companhia barcelonesa Rocamora. O show chegou á Costa Rica como parte das atividades culturais do Festival Internacional de las Artes.
O que torna estes marionetes tão especiais? A diferença com outros bonecos de sua classe é que se trata de personagens que se apoderam totalmente do palco, mediante espetáculos circenses, de balé, flamenco e outras danças populares, que executam com tal perfeição que parece que a figura do marionetista desaparece por momentos da cena.
Cañellas lembra-nos de estar no palco somente ao chamar suas estrelas, que saem uma a uma de suas malas. O primeiro a aparecer é um dançarino de sapateado chamado Johnny, uma simpática marionete negra, que é uma das que mostram mais perfeição da técnica.
Contudo, quem se apodera da cena é uma marionete criada pelo espanhol ao que apenas chama como avô, e que apesar do seu reumatismo faz retumbar o palco com sua dança.
Entretanto, a esplanada da Plaza de la Cultura é muito concorrida. Alguns dos que passam por acaso se avizinham a bisbilhotar o que mantém todos entretidos assim. Esses transeuntes acabam por ficar, esquecendo-se, assim, das tarefas do dia por alguns minutos.
Oferecer cultura. Parte da contribuição cultural que faz Carles Cañellas e sua companheira do grupo Susanna Rodríguez, que lhe ajuda em cena, é a apresentação de uma peça de ballet protagonizada por uma marionete com ar de mime, que segundo diz lhe acompanha em suas viagens desde 1979.
A peça transporta o público a um momento dramático, mostrando as façanhas de um dançarino para chegar a uma estrela.
Após o ato, chega à vez do último boneco que o acompanha nesta viagem para Costa Rica: uma dançarina cigana chamada Pepita, que soa castanholas e move-se ao melhor estilo de flamenco andaluz.
Solista fecha com a repetição no palco da marionete do avô, que faz rir o público em suas tentativas por aprender a patinar. Este show termina quando o artista trás os fios se despede e expressa o desejo para que não passem de novo 20 anos para voltar à Costa Rica com as suas marionetes.

Ana Yancy Flores M.. LA NACIÓN. 14/04/2014


O mágico rosto das marionetes catalãs encanta Como

O marionetista regalou um dos momentos mais intensos do festival.

Marionetes de uma agilidade prodigiosa e noite do verão ao ar livre. Eram tantos os ingredientes da quarta cita com "Alla corte di Tavà", o festival de teatro de animação que, ontem à noite, viveu um dos seus momentos mais intensos. O programa já apontou "Solista", o espetáculo da companhia Rocamora de Barcelona, como um evento importante. Observar Carles Cañellas atuando com suas marionetes desperta a emoção que você sente por um verdadeiro mestre. O marionetista catalão mostrou uma técnica virtuosística, quase acrobática, juntamente com grande sensibilidade poética. Seus personagens, desde o simpático avô com patins à exuberante dançarina de flamenco, ao poético Pierrot, pareciam viver vida própria. A concentração da plateia e os aplausos finais hão remarcado a consideração geral.

Sara Cerrato. LA PROVINCIA DI COMO. 24/06/2000


Saudação

SOLISTA

ROCAMORA TEATRE

"Solista" de Carles Cañellas abriu oficialmente o 8º Festival Internacional de Teatro de Bonecos para adultos "Pierrot 2013". Não há dúvida de que é o tipo de peça teatral que melhor sintetiza e representa o teatro de marionetes que todos exalam do fundo de nós mesmos. A atitude (o que poderia ser chamado amor) do ator para o boneco, a relação entre um ator e um fantoche, e a vida das marionetes no seu conjunto, constituem o núcleo central da obra. Uma peça teatral limpa de tudo o supérfluo, uma peça que cabe em um baú, uma peça onde se reúne toda a beleza da arte do teatro de marionetes, e, além disso, realizada por um único ator.
Carles Cañellas mostra as suas marionetes de fio ao público em sete cenas diferentes, combinando histórias breves com números de dança. O que torna tão única esta simples peça, é o amor para o teatro de bonecos que Carles mostra. Em suas mãos todas as marionetes se tornam vivas, tão vivas que é difícil falar deles como meros fantoches. Na verdade, vendo-os esquecemos de que eles são bonecos. Nós encontramos com verdadeiras pessoas miúdas que dançam, sonham e tenham sentimentos. Para o público é como um vivo espelho pessoal, diante o qual entra no vórtice. Podíamos ouvi-las respirar e quando vemos como elas se relacionam com o ator, em seguida, temos a certeza de que elas estão vivas.
Cada personagem tem a sua própria pequena história. Tudo começa com um boneco que sai de uma mala. Isto leva a uma viagem sem fim através do mundo do teatro de bonecos. Quando o sapateado de Johnny se interrompe devido a um problema técnico, ele decide voltar para o palco e nos mostra o que é capaz de fazer. O público está em êxtase. E para demonstrar a autonomia da marionete o avô força o seu parceiro Carles para deixá-lo entrar no palco para que ele possa ter o seu momento de glória.
Também podíamos sentir o medo do palhaço Felix quando faz equilíbrios sobre a corda. Logo é a vez de Mendelssohn e Schumann e Pierrot que sonha em alcançar as estrelas. Persegue as estrelas em seu sonho -um sonho cheio de ternura-. Nós não podíamos fazer mais que ficar calados e compartilhar a sua corrida para as estrelas.
E a dançarina de flamenco -Pepita Retuerto- que dá tudo no palco.
O impressionante diálogo entre o ator e o boneco cria um sentimento de que as coisas realmente acontecem agora, imprevistamente. No final, Carles aproxima as marionetes para o público, para que as possam conhecer mais de perto, pouco antes que as guarde no baú até a próxima vez.

Teodora Kafedzhieva / Teodora Marginova.
BOLETIM PIERROT #1. 24/09/2013


Marionetes d’Autor

Prezada exibição de Cañellas com "Solista".

Abriu o Festival a companhia Rocamora com Solista. Trata-se de um espetáculo de marionetes do animador catalão Carles Cañellas. A estrutura é simples: segundo uma fórmula difundida, sobretudo no exterior, o espetáculo é composto por uma sequência de «números», dos quais são protagonistas personagens que interagem com o marionetista. É uma forma que pisca para o velho show de variedades e que é emprestada da arte dos «buskers», os artistas de rua -acrobatas, fantasistas, dançarinos, palhaços-. Só que é realizada com a técnica da figura, e ademais «a vista». E aqui começa o difícil, porque se a estrutura é simples, a perícia técnica necessária é notável. Não há uma história à que aferrar-se ou um telão para se esconder. O animador é só na frente do público. Deste ponto de vista, Solista é um espetáculo-demonstração de técnica, que deveria ser filmado e mostrado nas escolas de animação, se houvesse na Itália. Cañellas conquista o público, mostra uma habilidade incomum dando às marionetes movimentos quase humanos. Joga com o próprio papel: alterna momentos em que entra na ação e interage com as suas marionetes, com outros em que «se limita» a animar, «desaparecendo» literalmente da atenção do público. Toca também o virtuosismo, quando um dos personagens se esconde entre as suas pernas, e ele continua a movê-lo sem enredar um fio né perder o ritmo. Uma mostra de habilidade e qualidade comparável a quando Gassman recitava de cabeça para baixo o monólogo de Hamlet no Teatro Tenda na década de 70, só que esse era um virtuosismo de exibição, este é funcional para o espetáculo.

Pier Giorgio Nosari. L'ECO DI BERGAMO. 22/07/1997


SOLISTA
ha participado em os Festivais:

1r FESTIVAL DE TITELLES PER A ADULTS. PREMIÀ DE MAR. ESPANHA
FESTIVAL "VIA COL TEMPO" LUGLIO 1997
. CREMA. ITÁLIA
VII RASSEGNA "ARRIVANO IN PIAZZA!"
. BERGAMO. ITÁLIA
FESTIVAL MULTISCENA. I COLORI DELLA SCENA
. VINCI. ITÁLIA
X FESTIVAL DE TÍTERES Y MARIONETAS
. MÁLAGA. ESPANHA
9a FIRA DE TEATRE DE TITELLES
. LLEIDA. ESPANHA
XIIIè FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRE VISUAL I DE TITELLES
. BARCELONA. ESPANHA
FESTIVAL INTERNAZIONALE DI TEATRO RAGAZZI "LINEE DI CONFINE"
. ANCONA. ITÁLIA
FESTIVAL INTERNAZIONALE DEI BURATTINI E DELLE FIGURE
. GENOVA. ITÁLIA
4t FESTIVAL DE TEATRE DE TITELLES
. SANT LLORENÇ SAVALL. ESPANHA
COLORI D'ESTATE. RASSEGNA DI TEATRO RAGAZZI
. AVEZZANO. ITÁLIA
AD INVENTARE LE FAVOLE. RASSEGNA DI TEATRO RAGAZZI
. BALSORANO. ITÁLIA
RASSEGNA BURATTINI SOTTO LE STELLE
. QUARTU S.ELENA. SARDEGNA. ITÁLIA
RASSEGNA BURATTINI IN CITTÀ
. CAGLIARI. SARDEGNA. ITÁLIA
RASSEGNA BARACCHE, BURATTINI E BURATTINAI
. IGLESIAS. SARDEGNA. ITÁLIA
RASSEGNA LE STELLE DI CARTAPESTA
. LA MADDALENA. SARDEGNA. ITÁLIA
FIGURIAMOCI III. FESTIVAL INTERNAZIONALE BURATTINI E FIGURE
. FIRENZE. ITÁLIA
MUESTRA DE TEATRO CALLEJERO
. ZARAGOZA. ESPANHA
FESTIVAL INTERNAZIONALE DEI BURATTINAI
. COMO. ITÁLIA
VI FESTIVAL INTERNAZIONALE GIOPPINO & CO 2000
. CARAVAGGIO (BG). ITÁLIA
VI FESTIVAL INTERNAZIONALE GIOPPINO & CO 2000
. TREVIGLIO (BG). ITÁLIA
X RASSEGNA FAVOLE D'AGOSTO 2000
. SANTARCANGELO DI ROMAGNA (RN). ITÁLIA
FESTIVAL PARQUE DE LAS MARIONETAS. PILAR 2000
. ZARAGOZA. ESPANHA
IL CASTELLO DEI BURATTINAI DEL MONDO
. MILANO. ITÁLIA
16ème FESTIVAL INTERNATIONAL DES MARIONNETTES ET FORMES ANIMÉES
. FOURQUES. FRANÇA
1r FESTIVAL DE TITELLES A CAN SANT JOAN
. MONTCADA I REIXAC. ESPANHA
MARIBUR. IX RASSEGNA DEL TEATRO DI FIGURA OTELLO SARZI
. STABIO. TICINO. SUÍÇA
IV RASSEGNA INTERNAZIONALE DI TEATRO DI FIGURA "SIRMIONE IN SCENA"
. SIRMIONE (BR). ITÁLIA
VI FESTIVAL INTERNAZIONALE DI TEATRO DI FIGURA "DI TUTTI I COLORI"
. FIRENZE. ITÁLIA
VIII FESTIVAL INTERNAZIONALE "IMMAGINI DELL'INTERNO"
. PINEROLO (TO). ITÁLIA
VIII RASSEGNA INTERNAZIONALE DI TEATRO DI FIGURA BURATTINARTE
. VERDUNO (CN). ITÁLIA
DOCKTEATER FRÅN TRE KONTINENTER
. MARIONETTEATERN. STOCKHOLM. SUÉCIA
MOSTRA RIALLES 2003
. CERDANYOLA DEL VALLÈS. ESPANHA
RASSEGNA INTERNAZIONALE "TEATRO IN CAMPUS" UNICAL
. ARCAVACATA DI RENDE (CO). ITÁLIA
RASSEGNA INTERNAZIONALE "FESTIVILLA"
. COSENZA. ITÁLIA
XXI FEST. INTERNAZIONALE DEL TEATRO DI FIGURA "LA LUNA È AZZURRA"
. SAN MINIATO (PI). ITÁLIA
RASSEGNA INTERNAZIONALE DI TEATRO DI STRADA "SPETTACOLANDO"
. CAMPORGIANO (LU). ITÁLIA
RASSEGNA INTERNAZIONALE DI TEATRO PER RAGAZZI "LUGLIO BAMBINO"
. CAMPI BISENZIO (FI). ITÁLIA
FORUM UNIVERSAL DE LAS CULTURAS BARCELONA 2004
. SPAZIO KABARET. BARCELONA. ESPANHA
FESTIVAL INT. "BURATTINI E MARIONETTE"
OMAGGIO A FAUSTO BRAGA. COLLE UMBERTO (TV). ITÁLIA
15è FESTIVAL INTERNACIONAL DE TITELLES
. GAVÀ. ESPANHA
IV MUESTRA TITEREANDO / IKUSTALDIA TXOTXONGILO TXOROAK.
VITORIA-GASTEIZ. ESPANHA
MUESTRA TEATRO Y ARTES DE CALLE / ANTZERKI ETA KALEKO ARTEEN ERAKUSTALDIA
. LAUDIO. ESPANHA
20ème FESTIVAL INTERNATIONAL DES MARIONNETTES ET FORMES ANIMÉES
. FOURQUES. FRANÇA
7a. CONCENTRACIÓ DE TITELLES DEL POBLE ESPANYOL
. BARCELONA. ESPANHA
16è FESTIVAL INTERNACIONAL DE TITELLES
. GAVÀ. ESPANHA
3r FESTIVAL "MONO, ESTACIÓ DE TEATRE DE MONÒLEGS"
. CASTELLDEFELS. ESPANHA
VI RASSEGNA "BURATTINI D'ESTATE"
. CREMONA. ITÁLIA
XVI RASSEGNA FAVOLE D'AGOSTO 2006
. SANTARCANGELO DI ROMAGNA (RN). ITÁLIA
3º Festival Itinerante di Teatro di Figura "BURATTINI, MARIONETTE, PUPAZZI"
. BRONI (PV). ITÁLIA
RASSEGNA BORGHI E BURATTINI "LA PIAZZA DEI BURATTINI" MILLE FIGURE ANIMATE
. BERGAMO. ITÁLIA
FESTIVAL DE TITELLES. MERCÈ 2006
. BARCELONA. ESPANHA
TITERE-06. V FEST. INT. DE TEATRO DE TÍTERES DE LA REGIÓN DE MURCIA
. MURCIA. ESPANHA
TITERE-06. V FEST. INT. DE TEATRO DE TÍTERES DE LA REGIÓN DE MURCIA
. BENIAJAN. ESPANHA
2n FESTIVAL DE TITELLES DE LA RIBERA
. ALBERIC (VALÈNCIA). ESPANHA
MARIBUR. XVI RASSEGNA DEL TEATRO DI FIGURA OTELLO SARZI
. RIVA SAN VITALE. TICINO. SUÍÇA
MARIBUR. XVI RASSEGNA DEL TEATRO DI FIGURA OTELLO SARZI
. LIGORNETTO. TICINO. SUÍÇA
10a. FIRA DE TITELLAIRES ROMÀ MARTÍ
. CALDES DE MONTBUI. ESPANHA
11th WORLD FESTIVAL OF PUPPET ART 2007
. PRAGA. REPÚBLICA CHECA
RIO LOCO! GARONNE LE FESTIVAL
. TOULOUSE. FRANÇA
GUANT 3r FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRE DE TITELLES DE L’ALT CAMP
. ALCOVER. ESPANHA
1r CICLE DE TEATRE DE TITELLES PER A JOVES I ADULTS
. CASTELLBISBAL. ESPANHA
13è FESTIVAL DE TEATRE DE TITELLES
. SANT LLORENÇ SAVALL. ESPANHA
X FESTIVAL INTERNACIONAL DE TITERES
. SANTA LUCIA DE TIRAJANA. GRAN CANARIA. ESPANHA
1a FIRA DE TITELLES
. SANT MARTÍ VELL. ESPANHA
FESTIVALUL INTERNATIONAL DE TEATRU PENTRU COPII SI TINERET "LUCEAFARUL"
. IASI. ROMÉNIA
3a. MOSTRA DE TITELLES DE MOLLET
. MOLLET. ESPANHA
RASSEGNA MARIONETTE E BURATTINI 2009
. PARMA. ITÁLIA
XVI RASSEGNA INTERNAZIONALE DI TEATRO DI FIGURA BURATTINARTE
. POLLENZO (CN). ITÁLIA
XVI RASSEGNA INTERNAZIONALE DI TEATRO DI FIGURA BURATTINARTE
. MONFORTE D'ALBA (CN). ITÁLIA
FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRE I ANIMACIÓ AL CARRER 2010
. VILADECANS. ESPANHA
XX RASSEGNA FAVOLE D'AGOSTO 2010
. SANTARCANGELO DI ROMAGNA (RN). ITÁLIA
XV FESTIVAL MULTISCENA 2010
. VINCI (FI). ITÁLIA
V ANIMAR. FESTIVAL DEL TEATRO DI ANIMAZIONE SUL MEDITERRANEO
. TEULADA. SARDEGNA. ITÁLIA
FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRE I ANIMACIÓ AL CARRER 2011
. VILADECANS. ESPANHA
IX FESTIVAL INTERNACIONAL DE TITELLES I MÀSCARES
. ESPLUGUES DE LLOBREGAT. ESPANHA
I FESTIVAL DE TÍTERES DE LAS MERINDADES
. TRESPADERNE (BURGOS). ESPANHA
I FESTIVAL DE TÍTERES DE LAS MERINDADES
. MEDINA DE POMAR (BURGOS). ESPANHA
I FESTIVAL DE TÍTERES DE LAS MERINDADES
. ESPINOSA DE LOS MONTEROS (BURGOS). ESPANHA
I FESTIVAL DE TÍTERES DE LAS MERINDADES
. QUINTANA MARTÍN GALÍNDEZ (BURGOS). ESPANHA
I FESTIVAL DE TÍTERES DE LAS MERINDADES
. VILLARCAYO (BURGOS). ESPANHA
I FESTIVAL DE TÍTERES DE LAS MERINDADES
. VILLASANA DE MENA (BURGOS). ESPANHA
LA TITELLADA 2012, 7a. MOSTRA DE TITELLES DE LES ROQUETES
. BARCELONA. ESPANHA
2a MOSTRA DE TITELLES DEL TIBIDABO
. BARCELONA. ESPANHA
19th INTERNATIONAL THEATER FESTIVAL FOR CHILDREN & YOUTH
. HAMEDAN. IRAN
8th INTERNATIONAL PUPPET THEATRE FOR ADULTS FESTIVAL "PIERROT"
. STARA ZAGORA. BULGÁRIA
28ème FESTIVAL INTERNATIONAL DES MARIONNETTES ET FORMES ANIMÉES
. FORQUES. FRANÇA
RASSEGNA TEATRO IN TASCA. CANTIERI TEATRALI KOREJA
. LECCE. ITÁLIA
XIV FESTIVAL INTERNACIONAL DE LAS ARTES 2014
. SAN JOSÉ. COSTA RICA
XV FESTIVAL INTERNACIONAL DE TÍTERES. MEMORIAL JUANJO AMOEDO
. REDONDELA. ESPANHA
TITIRIMUNDI 2015. 29 FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO DE TÍTERES
. SEGOVIA. ESPANHA
NATIONAL ARTS FESTIVAL
. GRAHAMSTOWN. ÁFRICA DO SUL
18 KUKLA FESTIVALI. ISTANBUL INTERNATIONAL PUPPET THEATRE
. ISTANBUL. TURQUIA
10th IZMIR INTERNATIONAL PUPPET DAYS
. ESMIRNA. TURQUIA
ACTE DE CLOENDA 27a FIRA DE TEATRE DE TITELLES
. LLEIDA. ESPANHA
XXIII FESTIVAL DE TÍTERES DE BARAÑÁIN
. BARAÑÁIN (NAVARRA). ESPANHA
II TITIRIMUNDI EN SOTO DEL REAL
. SOTO DEL REAL (MADRID). ESPANHA
TITIRIMUNDI 2017. 31 FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO DE TÍTERES
. SEGOVIA. ESPANHA
TITIRIMUNDI EN LA FERIA DEL LIBRO
. SALAMANCA. ESPANHA
I FESTIVAL DE TÍTERES DE FUENTERREBOLLO
. FUENTERREBOLLO (SEGOVIA). ESPANHA
MEMORIAL ÀNGELS VALERO
. SANT LLORENÇ SAVALL. ESPANHA
A CALDERS 1r FESTIVAL DE TITELLES DEL MOIANÈS
. CALDERS. ESPANHA
cartaz

Introdução

Vovó Manuel

Vovó Manuel

Felix, o palhaço bombeiro

Felix, o palhaço bombeiro

O sonho de Pierrot

O sonho de Pierrot

Vovó patinador

Saudando o público

Rocamora Teatre na Internet

rocamora teatre on Facebook rocamora teatre on Twitter rocamora teatre on g+ rocamora teatre on YouTube rocamora teatre on Linkedin rocamora teatre on Pinterest

Compartilhar esta página